Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

IFMG - Campus Bambuí realiza observação ao eclipse e Asteroid Day

  • Publicado: Terça, 09 de Julho de 2019, 09h42
  • Última atualização em Quarta, 24 de Julho de 2019, 14h22

O evento que ocorreu no dia 02 de julho foi o Asteroid Day. Neste dia, também ocorreu um eclipse solar, que pôde ser visto parcialmente da nossa região, o evento foi organizado pela equipe do projeto de extensão "Olhando para o Céu" e pelo Grupo de Estudos em Astronomia (GEA), ambos coordenados pelo Prof. Dr. Mayler Martins.

No Observatório Astronômico do IFMG - Campus Bambuí, o evento começou às 17h com a observação do eclipse solar. Foram utilizados dois telescópios solares e três filtros solares manuais. O eclipse se iniciou às 17h06 e foi observado até as 17h36, quando o sol se pôs.

Em seguida, entre 18h e 19h30, foi ministrada uma palestra na qual foi abordado o tema Objetos Próximos à Terra (NEO). Os NEO, como cometas, asteroides e meteoroides, possuem uma órbita que pode intersectar a órbita da Terra e, por isso, possuem risco de colidirem com a Terra. Foi abordado também o tema meteoritos e algumas amostras foram apresentadas aos participantes.

Após a palestra, as 19h30, retornaram ao Observatório Astronômico para a observação de corpos celeste como os planetas Júpiter e Saturno, nebulosas Trífida, da Lagoa, Aglomerados Ômega e Kappa Crucis e galáxia do Sombrero.  A observação se estendeu até as 22h30.

A palestra foi ministrada pelo Licenciando em Física Anderson da Silva de Sousa, que desenvolve o projeto de pesquisa intitulado "Aquisição de dados sobre astrometria de asteroides, monitoramento de meteoros e ocultações estelares". A principal atividade deste projeto é a operação de uma câmera de monitoramento de meteoros. A partir da captura de meteoros em vídeo, é possível calcular dados sobre os meteoros, como composição química, velocidade, origem e tamanho. Isto dá informações importantes para o estudo da história do sistema solar. Os dados obtidos são compartilhados com a rede BRAMON (http://www.bramonmeteor.org/bramon/).

Estima-se que o evento atingiu um público de cerca de 70 pessoas, composto por alunos e servidores da instituição e pela comunidade externa.  O público era composto por crianças, jovens, adultos e idosos que, da mesma forma demonstraram grande interesse e deslumbramento pelos fenômenos e corpos celestes observados. Isto foi evidenciado pelo grande número de perguntas e pelas expressões das pessoas.

Este evento, assim como o projeto de extensão "Olhando para o Céu", incentivam os alunos da educação básica e a população em geral na busca pelo conhecimento e demonstra que a carreira científica pode ser uma possibilidade de futuro. 

O acesso da população ao conhecimento da área de Astronomia, através da observação do céu a olho nu ou através do telescópio, os permitem ter consciência de nossa situação no cosmo e da inter-relação universal dos conjuntos de corpos celestes e de nossa posição na Terra. Através da astronomia, a população tem acesso ao conhecimento humano, em diversas áreas da ciência.

Os eventos possibilitam ainda uma opção de lazer e cultura para a população, através do estudo do céu e observação de planetas e outros corpos celestes através de telescópio.

 

Eclipse 3 Eclipse 2

Fonte: Prof. Dr. Mayler Martins

Compartilhe:
registrado em:
Fim do conteúdo da página