Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Museu Histórico Institucional do IFMG – Campus Bambuí: um patrimônio nosso!

  • Publicado: Sexta, 21 de Agosto de 2020, 14h51
  • Última atualização em Sexta, 28 de Agosto de 2020, 15h30

Com quantos personagens se constrói a história de uma escola? No caso do IFMG – Campus Bambuí, ao longo dos últimos 52 anos, muitos foram aqueles que contribuíram para que a escola se tornasse o que ela é hoje: estudantes, professores, técnicos e diretores. O Museu Histórico Institucional do IFMG – Campus Bambuí tem, em seu acervo, uma série de documentos e objetos que ajudam a contar um pouco da história da instituição.

Fotografias, antigas camisetas, documentos variados, materiais de laboratório e outros objetos revelam um pouco do cotidiano de estudantes, professores e técnicos que passaram pelo Instituto nas últimas décadas. Um dos espaços do Museu é um ambiente que reproduz o cenário de uma antiga sala de aula: estão ali um quadro negro e cadeiras escolares que remetem aos primeiros anos da história do Campus. Já a memória dos antigos diretores tem espaço garantido em um ambiente que simula um antigo gabinete de Direção.

O próprio prédio onde está instalado o Museu foi, diga-se de passagem, a casa do primeiro diretor da escola, o engenheiro agrônomo Guy Torres, como lembra um ambiente do Museu que reproduz uma antiga sala de estar. O imóvel foi reformado para abrigar o Museu e, atualmente, é um dos principais pontos do circuito de visitação ao Campus Bambuí. Em 2020, as visitas ao espaço seguem suspensas em função da pandemia de Covid-19, mas o seu rico acervo segue ali guardado, com o intuito de se preservar a memória da instituição.

Uma instituição que, vale ressaltar, tem mais de meio século de história, uma história que está intimamente ligada à trajetória da Educação Profissional e Tecnológica no Brasil ao longo dos últimos 52 anos. Construído no local onde havia um Posto Agropecuário, no qual foi criado um Curso de Tratoristas ainda na década de 1950, o Campus Bambuí surgiu a partir da antiga Escola Agrícola de Bambuí, criada em 1961, posteriormente transformada em Ginásio Agrícola, no ano de 1964; em Colégio Agrícola, em 1968, em Escola Agrotécnica Federal, no ano de 1979; em Centro Federal de Educação Tecnológica, no ano de 2002; e, finalmente, em um Campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais, em 2008.

Se hoje, na entrada do Campus, está escrita a frase “Aprender para fazer, fazer para aprender”, o Museu resgata uma antiga logomarca da escola que mostra um homem revolvendo a terra com um livro, logomarca essa que possui a seguinte frase: “A inteligência cultivando o solo”. Desse modo, o Museu mostra que a integração entre o conhecimento técnico e o conhecimento acadêmico sempre foi uma marca registrada da escola, afinal, o “saber” e o “fazer” precisam sempre caminhar juntos. Nestes seus 52 anos de história, o IFMG – Campus Bambuí tem se mantido firme na proposta de formar não apenas profissionais aptos a atuarem no mercado de trabalho, em suas áreas de formação, mas também cidadãos conscientes do seu papel na sociedade e no desenvolvimento social e econômico do Brasil.

Mais do que preservar o patrimônio histórico da escola, o Museu Histórico Institucional contribui também para lembrar a todos que a Educação pública de qualidade é um patrimônio do Brasil que precisa ser sempre valorizado e protegido, uma vez que é por meio da Educação que se transforma não apenas as vidas das pessoas, em um sentido individual, mas também o País como um todo.     

Fonte: Prof. Rodrigo Francisco Dias - http://lattes.cnpq.br/0561762796441523         

meseu institucional agosto de 2020 13

 meseu institucional agosto de 2020 15 meseu institucional agosto de 2020 22

meseu institucional agosto de 2020 25 round meseu institucional agosto de 2020 26round

fotos antigas

 Fotos: Arquivo Museu Institucional/Relações Institucionais

 

Compartilhe:
registrado em:
Fim do conteúdo da página