Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Diversão e Conhecimento em casa - Parte III

  • Publicado: Terça, 07 de Abril de 2020, 15h41
  • Última atualização em Segunda, 15 de Junho de 2020, 13h42

Jogos Olímpicos

Os Jogos Olímpicos que ocorreriam este ano foram adiados para 2021, e o motivo todos sabem, é por causa da Pandemia da COVID-19. A situação é mesmo muito séria!

Em toda a história Olímpica, apenas três edições dos jogos deixaram de ser realizadas: Berlim 1916, Tóquio 1940 e Londres 1944. Esses cancelamentos do maior evento mundial ocorreram por causa da primeira e da segunda grande guerra. E agora, o adiamento dos Jogos de Tóquio dá a exata dimensão de quanto a situação atual é de extrema gravidade. Por isso reforçamos a importância do isolamento social, para todos que puderem, a mensagem é muito clara: fiquem em casa.

O tema do nosso terceiro "Diversão e conhecimento em casa" é as Olimpíadas. Preparamos este material para ampliar o nosso conhecimento sobre as Olimpíadas e também como uma forma de nos preparar para o evento que ocorrerá o ano que vem. 

Abaixo uma pintura grega:

caracteristicas da pintura arte grega 1

 

A história do Esporte e a história dos Jogos Olímpicos caminham lado a lado. Tudo começou na antiguidade clássica, pois na Grécia Antiga os jogos já aconteciam e reuniam milhares de pessoas que competiam, sobretudo, em modalidades de atletismo. Os jogos Olímpicos eram uma celebração e uma oportunidade para soldados e atletas demonstrarem suas capacidades excepcionais.

Segundo o site "Mundo Educação":

As Olimpíadas originaram-se por volta do século VIII a.C., no contexto da antiga Hélade, isto é, o conjunto das cidades-estado da Grécia Clássica. A realização dos jogos ocorria na cidade de Olímpia – por isso o nome “Olimpíadas” –, para onde os cidadãos das outras cidades peregrinavam a fim de participarem das competições. O primeiro atleta a vencer uma prova em Olímpia teria sido Corobeu, em 776 a.C. – a prova era de corrida.

https://www.youtube.com/watch?v=bMWymJR6EuQ

https://www.youtube.com/watch?v=DQzFsex-ZH4

As chamadas Olimpíadas da Era Moderna foram reeditadas em 1896, também na Grécia, contudo a principal diferença é nos sentidos e significados do esporte. Existem entre os historiadores duas vertente que defendem teorias diferentes. De um lado, os defensores da teoria da continuidade, que advogam a ideia de que as práticas físicas dos gregos podem ser considerados esporte, e que o mesmo foi aprimorado no decorrer dos séculos. E, por outro lado, os defensores da teoria da descontinuidade, que defendem a ideia de que o esporte é um fenômeno moderno, que surgiu na Europa no final do século XVIII, a partir da organização das regras dos jogos populares, que foram legitimadas com a construção de manuais e livros de regras, que possibilitaram competições entre escolas na Europa, as Public Schools na Inglaterra. Para Pierre Bordieu, esse fato possibilitou a implementação de um campo esportivo. O esporte, fenômeno burguês, e coerente com as máximas do capitalismo, ajudou a desenvolver a indústria do entretenimento e se tornou um produto altamente rentável.

O esporte no decorrer dos séculos XIX e XX se consolidou como um fenômeno social, econômico, político e cultural sem precedentes na história da humanidade. A modernidade que era almejada no século XIX, e o esporte que foi se afirmando nesse mesmo período dialogam de uma forma nunca antes vista, pois essa manifestação cultural é urbana, é humana, e mexe com as nossas emoções de uma forma única e arrebatadora.

Para entender melhor como a política pode interferir no esporte, e como a história da Olimpíada é também uma história de preconceitos e de discriminação sugerimos o filme Raça, que conta a história do lendário atleta Jesse Owens: https://www.youtube.com/watch?v=LiooRD3Iej0 

Abaixo uma relação de dez filmes imperdíveis sobre as Olimpíadas:

https://www.otempo.com.br/hotsites/olimp%C3%ADadas-2016/olimpiadas-no-cinema-10-filmes-imperdiveis-sobre-os-jogos-olimpicos-1.1335195

Cite de qual filme você mais gostou, e faça uma análise dele falando sobre o que você aprendeu do esporte em questão que a narrativa cinematográfica abordou e quais foram as principais características da cultura retratada na história representada na tela.

Abaixo uma pintura onde alunos na disciplina de artes produziram suas obras inspirados no tema Olimpíadas:

Cubismo 3

http://aparecida.notredame.org.br/esportes-olimpicos-inspiram-atividades-da-disciplina-de-artes/

Os artistas também retrataram o Esporte. Pesquise sobre outros artistas que fizeram obras de arte sobre o esporte e quais as modalidades olímpicas foram abordadas.

Os Jogos Olímpicos que, por muitos anos, foram vistos como uma grande festa de encontro dos povos, infelizmente também tem um lado obscuro, que é importante problematizarmos. Este é o lado da corrupção do Comitê Olímpico Internacional (COI), e de alguns dos seus membros, que foram denunciados em diversos países por enriquecimento ilícito, superfaturamento e desonestidade. Por que isso ocorre? Quais são os interesses por trás das competições? Com certeza, o dinheiro, a fama e os diversos interesses políticos estão por trás de inúmeros episódios lamentáveis e que revelam um lado podre e obscuro dos jogos. 

Um exemplo de esporte olímpico que podemos desenvolver dentro de casa é o Tênis de mesa, popularmente conhecido como Ping Pong:

https://www.cbtm.org.br/conteudo/detalhe/5

https://www.youtube.com/watch?v=2NnMa9h1R5k

https://www.youtube.com/watch?v=tp0JFSYqOXc&t=84s

Depois de construída a raquete é só adaptar uma mesa na sua casa e se divertir inventando o seu jogo!

https://www.youtube.com/watch?v=3ErwVQwWTjg

Para terminar um livro em PDF para conhecermos mais sobre os Jogos Olímpicos!

CLIQUE AQUI

Divirtam-se!!!

 

Fonte:  Prof. Rodrigo Moura - Coordenação de Extensão do IFMG - Campus Bambuí.

Compartilhe:
registrado em:
Fim do conteúdo da página