milf threesome sex Anal creampie finale Skinny russian casting amateur My teacher sucking my cock opps xxx
Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Professoras e Comunidade se unem para fabricar máscaras para a população Bambuiense

  • Publicado: Quinta, 09 de Abril de 2020, 13h23
  • Última atualização em Quinta, 23 de Abril de 2020, 14h49

Costureira siteO novo posicionamento do Ministério da Saúde recomenda que toda a população use máscara de proteção sempre que sair de casa. Porém, desde o início da pandemia provocada pelo coronavírus, uma corrida mundial em busca dessas máscaras fez com que elas sumissem das prateleiras. Assim, as professoras Meryene Carvalho e Michelle Gabardo do IFMG - Campus Bambuí - e profissionais da comunidade, as costureiras Edevirge Marli e Sileide Silva, e o cortador Zezé Almeida se uniram para a confecção e doação de máscaras para a população Bambuiense. As máscaras estão sendo confeccionadas inicialmente em TNT, seguindo as recomendações do Ministério da Saúde na campanha Máscara para Todos. Juntamente com as máscaras estão sendo entregues panfletos orientando sobre o uso e higienização das mesmas.

Recomendações do Ministério da Saúde:

  • Correio siteO Ministério da Saúde reforça que o uso da máscara é individual;
  • Ela NÃO pode ser dividida com ninguém, nem com mãe, filho, irmão, marido, esposa etc;
  • Conforme a nova recomendação do governo, a máscara deve ser usada sempre que o indivíduo precisar sair de casa; 
  • Ela deve ser usada por períodos de cerca de duas horas no máximo. Depois desse tempo, é preciso trocar por outra. Por isso, o Ministério da Saúde recomenda que a pessoa tenha pelo menos duas máscaras de pano para poder intercalar o uso;
  • A máscara deve ser lavada com uma mistura de água e água sanitária ou sabão. Deixar de molho por cerca de 20 minutos e secar ao sol.

 Fonte: Professora Meryene Carvalho

 

Compartilhe:
registrado em:
Fim do conteúdo da página